Feed
Posts

Você está no seu período de férias escolares. Este é um tempo aguardado pela maioria dos estudantes, pois é a oportunidade que eles têm de viajar, conhecer pessoas diferentes, ficar de papo com a turma até tarde, ver os filmes que estão sendo lançados, enfim, é o período do ano em que podem relaxar, sem ter compromisso com hora, sala de aula, provas e trabalhos escolares.

Pensando nessa folga toda que você está tendo, quero lhe sugerir um programa diferente para este seu mês de férias.
Você já ouviu falar em voluntariado? Sabia que voluntariado tem tudo a ver com cidadania? Você pode se tornar um voluntário durante parte de suas férias. Fazendo isso, estará investindo parte do seu tempo para ajudar o seu próximo.

Muita gente só quer saber de apontar os problemas do País e transferir para outros a responsabilidade de resolvê-los. Poucos são aqueles que se propõem a cooperar para que eles sejam solucionados. O voluntário é aquele que se dispõe a dar a sua cota de contribuição para que, pelo menos em parte, os problemas sociais sejam resolvidos. É uma pessoa com visão social e que se sente motivada a ter participação ativa na sua comunidade.

Conta-se que um menino, vendo milhares de estrelas-do-mar trazidas pela maré até a areia da praia, começou a jogá-las, uma a uma, de volta ao mar. Alguém, observando-o em seu árduo trabalho, perguntou-lhe:

– Por que você está fazendo isso? Não está vendo que você não vai conseguir salvar todas? Todo esse seu trabalho não vai fazer a menor diferença.

O garoto, erguendo uma das mãos, respondeu:

– Mas para esta aqui vai fazer diferença.

Em seguida, jogou ao mar a estrela que segurava na mão.

Essa história ilustra muito bem o que significa voluntariado. Ainda que o voluntário não tenha condições de solucionar os problemas de uma comunidade inteira, o seu trabalho poderá salvar alguém das drogas, da exploração sexual, do analfabetismo, da miséria… Já imaginou a diferença que isso fará na vida dessa pessoa?

Segundo as Nações Unidas “o voluntário é o jovem ou o adulto que, devido ao seu interesse pessoal e ao seu espírito cívico, dedica parte de seu tempo, sem remuneração alguma, a diversas formas de atividades, organizadas ou não, de bem-estar social, ou outros campos…” Em outras palavras, é uma pessoa que, movida pelo altruísmo e pela solidariedade, presta algum tipo de serviço a alguém ou a alguma instituição, tendo apenas o objetivo de ajudar.

O mais interessante é que o voluntário é um dos mais beneficiados nesse trabalho, uma vez que, ao dedicar parte de seu tempo e trabalho para ajudar alguém, ele se sente útil e valorizado e tem oportunidade de vivenciar novas experiências, o que lhe traz profunda satisfação pessoal.

Atualmente, existem organizações não-governamentais (ONGs) e entidades filantrópicas que assumiram tarefas que antes eram consideradas exclusivas do Estado. Essas instituições procuram ajudar as pessoas. Na sua cidade pode haver alguma instituição desse tipo e, entrando em contato com a sua diretoria, você poderá descobrir diferentes maneiras de ajudar, doando parte do seu tempo.

São vários os tipos de trabalho que você pode realizar nessas instituições: ler uma história ou um livro para alguém, capinar uma área de lazer, pintar uma sala ou um muro, ajudar a organizar um arquivo, conversar com alguém num hospital, brincar com as crianças internas, varrer um pátio, dentre outras. O tipo de trabalho dependerá das necessidades do local onde você irá atuar, bem como de sua capacidade para realizá-lo.

Para atuar como voluntário, você precisa ter compromisso com as pessoas com as quais estará trabalhando. Portanto, terá que se fazer presente conforme o combinado com a instituição, pois as pessoas irão contar com você. Não poderá realizar o trabalho uma vez ou outra, pois você terá assumido um compromisso.

A decisão de se tornar um voluntário tem que ser sua. Ela tem que partir do seu coração. Desse modo, você estará realizando seu trabalho com prazer, não por obrigação.

Como cristãos, temos que atentar para os problemas das pessoas que nos cercam e fazer o que estiver ao nosso alcance para solucioná-los, pois foi isso que o Mestre mandou que fizéssemos. O voluntário é alguém que expressa o seu amor ao próximo do modo como recomenda o apóstolo João: “Meus filhinhos, o nosso amor não deve ser somente de palavras e de conversa. Deve ser um amor verdadeiro, que se mostra por meio de ações.” 1 João 3.18

Experimente ser um voluntário nestas férias. Você irá viver experiências maravilhosas. Querendo saber mais sobre voluntariado, acesse este site: www.voluntarios.com.br

Comentário para “Voluntariado = amor em ação”

  1. marcela rosa anselme disse:

    bom ser voluntario deve ser mesmo muito bom pois ajudar é sempre maravilhoso mesmo que seja apenas uma pessoa vocc se torna ultil