Feed
Posts

queimando

A expressão que dá título a este texto significa  que alguém falou demais, sem conhecimento de causa, sem ter certeza do que dizia. Aí, quando a verdade é conhecida, descobre-se o erro de quem disse o que não devia, o engano e a mentira de quem disse inverdades e que, por isso, “queimou a língua”.

Quem queima a língua fica exposto perante os outros e tem que assumir as desagradáveis conseqüências que isso traz, como o distanciamento das pessoas, a perda da confiança de quem nos admirava, enfim, é terrível.

Quem é sábio no falar atrai para si pessoas sábias, educadas, honestas, dignas, amigas de verdade. Com qual das turmas você quer viver? Com os que vivem queimando a língua ou com os que usam a língua para falar coisas boas e que edificam?

O refrão de uma canção diz assim:

Amor em qualquer língua
Traz união
Eis-nos de mãos dadas
Como irmãos
E aos nossos semelhantes
Vamos demonstrar
Que amor em qualquer língua
Fácil é partilhar.

Essa é uma boa dica do que fazer com esse maravilhoso, apesar de perigoso, instrumento que Deus nos deu.
A turma poderá se reunir para pensar em maneiras de usar a língua para comunicar o amor de Deus e a salvação em Cristo a pessoas que falam outros idiomas.

Clemir Fernandes Silva
Pastor – Sociólogo – Rio de Janeiro – RJ

Comentário para “Queimando a língua”

  1. kATIA disse:

    Olá, Pastor Clemir, gostei do seu texto “Queimando a lingua”, mas deixou gostinho de “quero mais”. Se tiver mais algum texto ou estudo sobre esse assunto, por gentileza, pode me enviar ou postar?
    Grata
    Em Cristo
    Katia