Feed
Posts

O remédio

Conversa entre amigos

Coitadinho de meu gatinho Beibe! Ele estava doentinho e eu tive que levá-lo ao veterinário. Ele não gostou nem um pouquinho da experiência.

Depois de voltar, ele não falou comigo, nem queria chegar perto de mim por um bom tempo. Estava chateado.

Mas o pior estava por vir! O veterinário passou vários remédios para ele tomar. Ele tinha que tomar um antibiótico. Duas vezes por dia eu tinha que abrir a boquinha do Beibe e enfiar um comprimido. Ele precisava de vitamina também e fui obrigada a dar duas colheres de líquido na boquinha dele… Ele tinha infecção nos ouvidos e foi necessário passar algodão com remédio nos ouvidos.

Que trabalho que me deu! Beibe chorou, tentou fugir de mim, e até ameaçou me morder ou me arranhar. Eu expliquei que era para seu próprio bem, mas ele não me escutava.

Nós dois sofremos ainda mais quando eu tentei dar um banho nele por causa das pulgas. Tive até que trancar a porta do banheiro. Eu usei luvas para Beibe não me arranhar. Ele gritou e fez de tudo para não tomar aquele banho.

Foi uma cena horrível. Ele estava tão forte que nem acreditei que ele pesava apenas um quilo. Levou muito tempo para Beibe me perdoar por seu sofrimento no banheiro.

Ele não entendeu, de forma alguma, que eu estava fazendo todas aquelas coisas horríveis para deixá-lo saudável. Já que ele é um gato, ele não entende minhas palavras, nem meus planos para ele. Eu não tinha como explicar a ele que eu estava lhe dando os remédios porque eu gostava dele.

Sem o remédio ele ia ficar muito doente e poderia até morrer. Sem o banho ele continuaria com pulgas que o deixariam coçando e elas passariam mais doenças para ele. Eu sabia muito mais que ele. Mas para salvar sua vida, eu o fiz sofrer um bocado.

É assim com a gente também. Às vezes temos que tomar um remédio ruim para nos recuperarmos de uma doença e reclamamos. Às vezes nossos pais não nos deixam ficar acordados a noite inteira porque sabem que o sono é importante para nossa saúde. O professor na escola nos dá tarefas difíceis por que ele sabe que é necessário fazer exercícios para aprender.

Mais que nosso médico, nossos pais e professores, Deus sabe tudo de que precisamos em nossas vida. Na Bíblia ele nos dá regras que devem ser obedecidas para nosso próprio bem. Às vezes, fica difícil fazer o que Deus quer, bem como não foi fácil para Beibe tomar um banho, mas é a melhor coisa para nós. Eu posso até errar (sem querer) no tratamento do Beibe, mas Deus nunca erra. Podemos confiar nele sempre. Vale a pena fazer o que Deus quer, ainda quando é difícil.

Beibe está miando aqui ao meu lado. Eu ainda não entendo gatanês, mas pelo fato de que ele está me dando carinho e falando comigo, eu acho que ele me perdoou. Que bom que somos amigos de novo!

Beibe, Dolly e Peggy

Deixe uma mensagem

Spam Protection by WP-SpamFree