Feed
Posts

O gato guloso

Conversa entre amigos

“Miau”, gritou Beibe com todas as suas forças. Eu estava preparando o almoço, temperando o frango, quando Beibe chegou correndo a mil por hora. Ele sentiu de longe o cheiro de frango. Eu tentei ignorar os pedidos dele. Logo, logo, ele começou a ficar em pé botando suas patas nos meus braços. Em seguida apareceram as unhas dele na minha perna e eu não resisti. Dei um pedacinho de frango a Beibe e ele prontamente engoliu por inteiro.

“Pronto”, eu pensei, “estou livre desta choradeira.” Engano meu! Beibe pediu mais. “Mais um pedaço não faz mal”, eu comentei. Beibe não deu mais sossego. Ele continuou pedindo sem parar. Eu fui dando, reparando que ele estava comendo muito. Enquanto ele sentiu o cheiro, ele não parou de comer.

De repente ele parou com um olhar de pânico no focinho dele. Pronto. Ele começou a passar mal. “Muito bem”, falei com ele, “agora você aprendeu a lição e não será guloso, pedindo mais do que sua barriga agüenta.”

Mas no dia seguinte, quando eu abri uma lata de atum, a cena se repetiu. Ele comeu tão rapidamente que não deu para piscar os olhos antes do prato ficar vazio. E não deu outra! Ele acabou vomitando tudo. Eu vi que eu mesma teria que controlar a comida dele. Ele comeu até passar mal. Ele era um gato guloso! Eu não podia dar ouvidos à choradeira e tristeza no olhar dele ao pedir comida. Eu tinha que ser dura para o próprio bem dele.

Você já quis alguma coisa – quis muito mesma e você não conseguiu essa coisa? É duro ouvir um não quando queremos alguma coisa. o que é mais difícil ainda é entender que não recebemos porque nós não precisamos. Há uma grande diferença entre o que desejamos e o que precisamos. Geralmente as coisas que pedimos são coisas que nós queremos, mas sem as quais podemos viver. Beibe já tinha comido a ração dele aquele dia. Ele não precisava de comida. Mas, ele queria.

Beibe, meu gato, é apenas um animal e não entende porque eu não dou o que ele quer. Ele continua chorando e me ameaçando com as unhas, mas eu não dou comida a mais a ele agora. Você não é um gato e pode usar sua cuca para entender porque você nem sempre ganha o que pede. E não tem que agir como um gato chorando e fazendo escândalo para conseguir as coisas.

Meu gato é guloso porque ele não sabe controlar o que ele come. Ele quer tudo que tem cheiro de carne. Será que você é guloso também? Eu não quero dizer que você come demais, mas será que você não exagera em seus pedidos? Aprenda a maneirar um pouco e aprenda a aceitar um “não” para o seu próprio bem-estar.

Seus amigos, Peggy e Beibe

Deixe uma mensagem

Spam Protection by WP-SpamFree