Feed
Posts

Pulando de alegria

Conversa entre amigos

Eu estou morando no Canadá. Aqui nós temos cinco ou seis meses de bastante frio. Há tanto frio e neve que meu gato, Sadik, não pôde sair de casa por vários meses. Parece que ele entendeu isso e aceitou bem. Mas, tudo mudou quando o calor começou a chegar. Ele passou a sentar perto da porta, pedindo para sair e brincar em nosso quintal. Quando eu abri a porta, ele correu para fora; correu atrás dos passarinhos; cheirou as flores; comeu capim; subiu nas áNores; brincou até se cansar. Ele parecia uma criança brincando e agia como se fosse um gatinho novo.

Há uma escola no fundo do quintal da nossa casa. Dá para ver as crianças brincando na hora do recreio. Elas têm a mesma alegria de Sadik. Às vezes, Sadik chega perto da cerca, e as crianças querem brincar com ele. Quando eu me levanto de manhã, Sadik corre para a porta e fica chorando. É como se ele estivesse dizendo: “Eu quero brincar com as crianças”.

Sadik não é mais uma criança, porque ele já tem cinco anos. Cinco anos, para um gato, é bastante idade. Eu também não sou mais criança. Mesmo assim, nós gostamos de brincar como as crianças brincam. Sadik me lembrou de como é bom correr e brincar. Eu até comprei uma bicicleta e agora estou brincando de andar de bicicleta!

É muito bom ser criança. É bom brincar como uma criança. É triste dizer que alguns adultos já esqueceram como é ser criança. Esse não foi o caso de Jesus. Eu acho fantástico saber que Jesus também foi criança. Ele tinha esta mesma alegria de todas crianças: correr e brincar.

Quando ele cresceu, ele não esqueceu a alegria de ser criança. Ele entendeu a alegria de correr, de brincar, de estar com outras crianças. Eu imagino que ele fica feliz em ver as crianças correndo, brincando, bem alegres.

Ao ver meu gato pulando de alegria no quintal,eu dou graças a Deus por ele ter feito as crianças para serem assim. E sou feliz porque posso continuar tendo esta alegria.

Iiiiiiiiii! Não posso escrever mais. Sadik está chorando para eu abrir a porta e deixá-Io brincar lá fora. Eu acho que eu vou brincar com ele.

Abraços brincalhões e alegres,
Peggy e Sadik

Deixe uma mensagem

Spam Protection by WP-SpamFree